Sérgio Aguiar comemora alta na exportação de crustáceos do Ceará (primeiro expediente)

Sérgio Aguiar comemora alta na exportação de crustáceos do Ceará (primeiro expediente)
13 de setembro de 2019

O deputado Sérgio Aguiar (PDT) comemorou, durante o primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa, nesta sexta-feira (13/09), o crescimento na exportação de crustáceos do Ceará neste ano, com destaque para a lagosta. O Estado voltou a ser um dos maiores exportadores de pescados do Brasil.

O parlamentar ressaltou que em 2018 o Ceará exportou US$ 62,5 milhões entre peixes, crustáceos, moluscos e outros invertebrados. Foram 6,7 mil toneladas exportadas para mais de 41 países. “Somente nos oito primeiros meses do ano passado, o segmento de pescados registrou crescimento de quase 200%, chegando a US$ 47 milhões, período em que superamos o Pará, maior exportado em 2018”, destacou.

Sérgio Aguiar enfatizou que a lagosta foi o principal pescado exportado pelo Ceará, de janeiro a agosto de 2019, de acordo com a secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho do Ceará (Sedet). “Para se ter uma ideia da importância desse nosso crescimento, exportamos US$ 11 milhões a mais que o Pará, que ficou em segundo lugar. Em terceiro lugar está o estado de Santa Catarina, com US$ 16 milhões”, observou.

O deputado destacou a importância de superar dois principais gargalos. “O Ceará ainda enfrenta a pesca predatória, feita por pescadores insensíveis à realidade de que todos ganharão mais com o fim dessa prática. Outro ponto é a logística. Uma boa logística é essencial para continuar o crescimento dos pescados e garantir a boa reputação, principalmente da lagosta, nosso ouro do fundo do mar”, alertou.

O parlamentar destacou ainda o Programa Lagosta Viva, do Governo do Estado, que visa “fortalecer a captura e o beneficiamento da lagosta e com isso aumentar o valor em até 30% no preço final do crustáceo”.

*Da Agência Assembleia