Sérgio Aguiar repercute atrasos no Programa Minha Casa Minha Vida (primeiro expediente)

Sérgio Aguiar repercute atrasos no Programa Minha Casa Minha Vida (primeiro expediente)
9 de agosto de 2019
O deputado Sérgio Aguiar (PDT) demonstrou preocupação, durante o primeiro expediente da sessão plenária desta sexta-feira (09/08), com os atrasos nos repasses do Programa Minha Casa Minha Vida. De acordo com o parlamentar, no Ceará os atrasos chegam a ter três meses de duração, gerando dívidas para as construtoras locais no montante de R$ 60 milhões e afetando diretamente 20 mil trabalhadores.

Ainda segundo o deputado, são pelo menos 30 empresas do setor prejudicadas, com obras atrasadas, e não há uma sinalização do Governo Federal para solucionar a questão. “É um problema grave que atinge famílias que dependem do programa e que não recebem os imóveis por uma falta de desembolso do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). Ele não repassa à Caixa Econômica Federal e às empresas prestadoras de serviços os recursos necessários”, acrescentou Sérgio Aguiar.

Ele salientou ainda que, como consequência, funcionários da indústria e da construção civil ficarão sem receber salários, comprometendo suas vidas e das famílias. “Isso faz com que o dinheiro não circule para movimentar a economia, além de ocasionar uma grave crise social, com o aumento do desemprego”, ressaltou.

O deputado também registrou a recuperação do comércio varejista no Ceará. Ele relatou que, segundo dados da Associação Brasileira de Shoppings Centers (Abrasce), foi contabilizado um crescimento médio de 8,4% nas vendas deste segmento no primeiro semestre de 2019. No Ceará, este aumento atingiu 21%, no período. “É uma notícia alvissareira para o comércio e o setor de serviços, demonstrando que esse setor tem se fortalecido no Ceará, acima dos outros estados”, pontuou Sérgio Aguiar.

 

*Da Agência Assembleia