Deputado comenta impacto da suspensão de voos do Boing 737 (primeiro expediente)

Deputado comenta impacto da suspensão de voos do Boing 737 (primeiro expediente)
3 de abril de 2019
O deputado Sérgio Aguiar (PDT) avaliou, nesta quarta-feira (03/04), durante o primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa, o impacto da suspensão, no início de março, das aeronaves da Boeing 737 Max 8 para o Ceará. Segundo ele, a medida – tomada em razão de quedas – está sendo prejudicial ao turismo mundial, nacional e especificamente ao turismo cearense.

“Com esses dois acidentes aéreos (na Indonésia e Etiópia) e um número demasiado de vítimas fatais, entrou em xeque a operação dessas aeronaves. Isso faz com que diminua a frequência de voos e dificulte a viagem de forma mais célere para os países em que o Brasil tinha comunicação”, lamentou, repercutindo matéria do Diário do Nordeste.

O parlamentar disse, no entanto,  que, mesmo afetando o turismo do Ceará, com uma queda no fluxo de turistas, a suspensão vai trazer mais segurança aos passageiros. “Tudo em nome da operação de um novo sistema para garantir àqueles que utilizarão esse modal de transporte chegarem ao Ceará e participarem desse processo indutivo de desenvolvimento que o turismo tem trazido para a população”, observou.

O deputado manifestou ainda preocupação com o efeito das chuvas, que vêm causando prejuízo a alguns municípios do Estado, sobretudo na região norte, onde sete açudes chegaram a sangrar. Com chuvas que ultrapassam a média histórica cearense, o parlamentar afirmou que apesar das boas perspectiva a situação é preocupante.

Em Camocim, de acordo com  Sérgio Aguiar, tanto a prefeitura como a Defesa Civil tem feito esforço para dar respostas aos problemas causados na sede e na zona rural. “Estarei me deslocando até à Secretaria de Recursos Hídricos do Estado para reunião com secretário Francisco Teixeira sobre  a situação dos Lagos da Cangalhas, cujo nível vem crescente com as chuvas.

 

*Da Agência Assembleia