Deputado comenta balanço de produção de energia eólica em 2018 (primeiro expediente)

Deputado comenta balanço de produção de energia eólica em 2018 (primeiro expediente)
7 de fevereiro de 2019
O deputado Sérgio Aguiar (PDT) apresentou, durante o primeiro expediente da sessão plenária desta quinta-feira (07/02), um balanço da produção de energia eólica no Ceará e no Brasil. No Estado, conforme o parlamentar, 2018 encerrou com a marca de 2.050,5 MW de capacidade instalada de energia eólica, em 80 parques eólicos.

Com essa marca, o Ceará despontou como a terceira maior capacidade instalada do País, ficando atrás da Bahia, com 3.572,5 MW, e Rio Grande do Norte, com 4.043,1 MW.

No Brasil, a capacidade instalada de energia eólica chegou a 14,71 GW, com 583 parques eólicos e mais de 7 mil aerogeradores em 12 estados. Conforme a Associação Brasileira de Energia Eólica (Abeeólica), que divulgou esses dados na última sexta-feira (01/02), a geração eólica produzida, de janeiro a novembro de 2018 (44,62 TWh), foi suficiente para abastecer 23 milhões de habitações em um mês.

Sérgio Aguiar frisou a importância de avançar rumo a uma transição energética. “A energia limpa, além de cada vez mais viabilizada no mercado brasileiro, devido aos preços mais baixos, é demasiadamente necessária, ante os desastres ambientais que temos vivenciado”, afirmou.

O pedetista informou que irá sugerir à Mesa Diretora da Casa a elaboração de um projeto que viabilize a substituição das fontes de energia da Assembleia Legislativa por energia limpa.

O deputado Renato Roseno (Psol) defendeu a necessidade de um plano de energias renováveis por parte do Governo do Estado e de um pacote fiscal que incentive a produção de energia limpa no Estado. “Tentei muitas vezes garantir legalmente algo nessa direção, mas sem sucesso. É muito importante que realizemos essa transição, pois nossa dependência do carvão mineral para produção de energia agrava os efeitos do aquecimento global”, disse.

 

*Da Agência Assembleia